sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Menino de 10 anos atira na professora e se mata

TRAGÉDIA

Menino de 10 anos atira na professora e se mata

Publicado em 23 de setembro de 2011
  • Imprimir
  • Enviar
  • Aumentar
  • Diminuir
São Caetano do Sul O garoto David Mota Nogueira, 10, que atirou contra uma professora e depois se matou em uma escola municipal em São Caetano do Sul (Grande SP), ontem, era filho do guarda municipal Milton Evangelista Nogueira e usou a arma do pai - um revólver calibre 38 - para fazer os disparos, de acordo com informações da polícia.

Nogueira sentiu falta da arma pela e procurou seu filho mais velho, que não estava com ela. A família soube que o garoto de 10 anos havia pego o revólver do pai somente após o ocorrido. Segundo o secretário municipal de Segurança Pública, Moacyr Rodrigues, a arma é particular e não pertence à guarda.

O caso aconteceu na escola Professora Alcina Dantas Feijão. Segundo a Prefeitura de São Caetano, o garoto - aluno do 4º ano - disparou contra a professora Rosileide Queiros de Oliveira, 38, dentro da sala de aula. No momento do disparo, 25 alunos estavam na sala.

Esperou
I.J.,12, que cursa o 7º ano da escola, conta que acabava de voltar do intervalo quando tudo aconteceu. Ele estuda na sala ao lado onde aconteceu o crime. Ele diz que o colega esperou a professora chegar, atirou nela, depois saiu da sala e atirou contra a própria cabeça. O garoto e seus colegas ouviram dois disparos, e, um outro aluno começou a gritar "Tiro! Tiro!".