sábado, 2 de junho de 2012

COMER PELOS OLHOS…

olho grande

Imagina você um óculos que aumentam o tamanho da comida?? Os pesquisadores japoneses chegaram a conclusão que o tamanho da comida leva a satisfação. Será?

Fiquei aqui a pensar se o fato de um sanduiche  paracer maior aos nossos olhos, iria nos deixar mais satisfeitas. Parece estranho, mas também não duvido que isso seja verdade.

Mas, e as pessoas cegas? São todas magras? Afinal elas não enxergam o tamanho da comida, ou será que o fato de sentir o tamanho com as mãos, também,  faz diferença.

E, os japoneses pesquisando o “olho gordo”??? Sempre pensei que deveriam pesquisar porque as japonesas são tão magrinhas, salvo algumas exceções.

Eu sempre achei engraçado esse negócio de enganar o nosso cerebro. Desde que entrei no VP, as orientadoras falam que há pesquisas que o fato de  diminuirmos o tamanho do prato, ajuda no emagrecimento, tipo passar a comer em prato de sobremesa. Eu tentei algumas vezes mas não notei muita diferença. Acho que isso muda de pessoa a pessoa.

Fico a pensar se o nosso cerebro é tão bobo assim que a gente conscientemente consegue engana-lo. Até acho que isso seja possível se você não souber que está tentando condicionar o cerebro.

Tipo, você usa um óculos mas não recebe a informação de que aquele óculos irá aumentar a comida para você comer menos. Afirmo isso porque eu sei exatamente quantos biscoitos eu como, pois eu controlo a quantidade. Não posso acreditar que colocando um óculos que aumenta o tamanho de meus biscoitos vai me fazer comer menos biscoito, afinal, eu continuarei sabendo contar.

Do mesmo modo com relação ao prato. Acredito que muitas vezes, movidos pela compulsão, podemos sim colocar mais comida em um prato se ele for maior. Mas, para mim não comemos mais apenas porque o prato é maior, pois se o prato fosse menor, em um momento de compulsão, com certeza, a gente iria repetir duas vezes e até comer mais.

Temos sim que condicionar o nosso cérebro a ficar satisfeito com menos comida, isso devemos fazer dia a dia, comendo menos independente do tamanho do prato ou de um óculos que aumenta a comida. Comer devagar, saboreando a comida, dando tempo para que o nosso cerebro receba a informação de que estamos comendo e que estamos satisfeitos. Acredito que a gente consegue mudar o nosso padrão cerebral de gordo para um cerebro magro. Basta termos força de vontade.

Também acredito que temos dentro de nós um gordinho e um magrinho e que há uma luta entre os dois e que por algum motivo, que não sabemos exatamente, mas que por varios fatores emocional e orgânico, o gordinho prevalece, levando ao excesso de peso.

gordo.magro

A partir de hoje, vamos retirar o gordinho que existe dentro de nós. Vamos fazer prevalecer o magrinho. Tudo com muito equilibrio.

Um bom domingo! Espero que o meu domingo seja melhor, pois hoje eu “jaquei geral”.

 

Em busca do equilíbrio!

BALANÇA.pic

 

 

http://comologoengordo.blogspot.com.br